Quarta-feira, 25 de Abril de 2012
25 de Abril de 2003

 

Porque tu és aquela bolinha de pêlo que todos dizem ser a pilhas. Porque tu ladras aos cães que são o triplo de ti e esperas que eles te dêem troco, apesar de até à data terem sido simpáticos ou desinteressados, olhando majestosamente e com ar de superioridade para baixo e vendo-te pequenina, arrebitam o nariz e seguem o seu caminho. Porque tu foste mimada de mais e consideraste a princesinha da casa. Porque tu não toleras ficar à espera no carro sem que quando chegue veja uma inundação de bába por todo o lado, como se a janela tivesse ficado aberta numa noite de tempestade. Porque tu sabes como e quando usar o teu olhar para me conquistar quando vou ralhar contigo visto que fizeste porcaria, literalmente. Porque ultimamente tens andado que nem uma histérica a brincar com a tua bola, quase destruída e num estado caótico. Porque ficas absolutamente horrenda quando tomas banho e os teus olhos ficam enormemente assustadores. Porque tens a mania de me querer acordar de manhã e obrigas-me a dormir de porta fechada. Porque nas férias a minha mãe tem que te deixar no meu quarto, às 7 da manhã, quando vai trabalhar, se não havias de mandar a porta a baixo para te vires juntar ao meu sono. Porque tu achas que dormir até ao meio dia é suficiente e lambes-me a cara, como se pensasses que, assim, para além de acordar também não precisava de ir tomar banho. Porque tu aceitas o meu "NEM PENSES!" quando me acordas, e deitas-te na minha almofada com a cabeça em cima do meu cabelo. Porque aninhaste junto à minha cintura e tenho medo de te esmagar durante a noite, mas ter-te ali é a melhor sensação de conforto do mundo e arredores.

 

Já lá vão nove anos. Aturaste a minha infância parvinha de fazer de ti Koda e de mim Kenai, ao andar contigo às costas. Cada ano que passa é um aperto no coração...

 

Parabéns, minha irmãzinha de quatro patas, que nem direito a um bolo de arroz hoje tem. Se pudesse fazia-te assim uma party num local agradável, com uma relva bastante verdejante, convidava os cães todos o bairro e podias comer as fatias de queijo que tanto adoras. Mas sabes... não és propriamente muito sociável e o queijo ia dar-te uma diarreia dos diabos... portanto, uma colherzinha de iogurte da minha sobremesa já é bom.



Publicado por Sara Pagani às 15:30
| Deixa uma mensagem

8 comentários:
De Ana✿ a 25 de Abril de 2012 às 16:57

PARABÉNS NINA!

Texto tão lindo *.*


De Ana✿ a 25 de Abril de 2012 às 17:48

Obrigada! A Pina também manda lambilelas para a Nina xDDD

Eu só gosto dos sketches do César Mourão e do Portugal Caricato (Erros de português)...O resto é mais do mesmo... xD Vamos ver o que o Marco Horácio é capaz de proporcionar...


De ... a 25 de Abril de 2012 às 18:25
Que linda! O cão é mesmo o melhor amigo do Homem! Parabéns para ele :)


De ... a 25 de Abril de 2012 às 18:25
*ela


De Ana✿ a 25 de Abril de 2012 às 19:06
Ou então não... x'D Ele é muito instável a dar audiências LOL


De ... a 28 de Abril de 2012 às 02:06
Hahaha, lambidelas de agradecimento é muito bom xD


De Milho a 17 de Maio de 2012 às 22:43
Tu nao gostas de mim, mas eu nao te acho feia nem PORCA nina!


De Sara Pagani a 17 de Maio de 2012 às 22:52
AHAHAH tivesses tu que limpar a porcaria dela a ver se não achavas porca :c


Quanto ao feia... ninguém a acha feia (apesar de eu lhe chamar isso todos os dias mas eu ofendo-a com regularidade, mas sempre com carinho!)


Comentar post

Arquivo
Posts Recentes

Touching *.*

Esqueceste-te...

The Impossible

Alentejo Sem Lei

Coisas que chateiam um bo...

Programa para hoje

O Fim do Mundo

A culpa é da crise

Awkward Train Situations

Gestos