Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2012
Há de chegar o dia.

 

O suor escorria-lhe pela testa, as mãos tremiam-lhe, a cabeça parecia que ia rebentar e o coração batia a mil. Lutava para tentar encontrar um posição confortável que a fizesse finalmente cair num sono profundo e tranquilo como há já uns tempos que ansiava. Cantar costumava acalmá-la, mas, naquela noite, nada o parecia fazer. Sentia as palavras presas no fundo da garganta e não as conseguia fazer sair. Até que, no silêncio da noite, da sua boca irrompeu então uma palavra. Não uma palavra qualquer, um nome. O nome dele. A cabeça começou a latejar ainda mais e o ritmo cardíaco, outrora acelerado, parecia ter estagnado. Levantou-se apressadamente da cama e, dirigindo-se à casa de banho, passou a cara freneticamente por água fria, vezes e vezes sem conta. Perguntou-se por quanto tempo mais aguentaria fingir e quanto tempo levaria até explodir e deixar as lágrimas aprisionadas saírem, expondo-as a tudo e todos. Independentemente da duração, esse dia havia de chegar. Passou pela cozinha e aqueceu um copo com leite e chocolate. Bebeu-o calmamente e regressou para a cama. Deitou-se, fechou os olhos e foi invadida por uma das suas recordações preferidas, no recôndito do seu coração.

 

Assim adormeceu, jurando ser a última vez que aquilo aconteceria, mas certamente não seria.



Publicado por Sara Pagani às 16:13
| Deixa uma mensagem

5 comentários:
De Ana✿ a 25 de Janeiro de 2012 às 17:35
gostei *.*


De Sáh a 25 de Janeiro de 2012 às 17:45
 φυετ↑ση τ↑∏ε no meu blog! participa pff!


De ... a 25 de Janeiro de 2012 às 21:15
Gostei :)


De Dri a 25 de Janeiro de 2012 às 22:08
eu nao te queria assustar. vais entar para uni este ano?


De Dri a 27 de Janeiro de 2012 às 14:53
Ainda falta muito tempo. :)


Comentar post

Arquivo
Posts Recentes

Touching *.*

Esqueceste-te...

The Impossible

Alentejo Sem Lei

Coisas que chateiam um bo...

Programa para hoje

O Fim do Mundo

A culpa é da crise

Awkward Train Situations

Gestos